A organização do festival de óperas Maggio Musicale Fiorentino, de Florença, na Itália, disse que cortes de recursos do governo forçaram os produtores a fazer “cortes pesados” na programação do evento neste ano.

A declaração foi divulgada na última sexta-feira (27) no site do festival, e diz que uma lista revisada das apresentações será feita em breve.

A organização do festival, um dos mais tradicionais da Europa, que convida artistas renomados em grandes óperas, também expressou gratidão à cidade de Florença, que liberou dinheiro, salvando parte do programa.

O site do Maggio Musicale Fiorentino não listou as óperas que serão cortadas do evento.

O jornal italiano “Corriere della Sera”, no entanto, informou através de fontes dos sindicatos locais que obras como “Billy Budd”, Benjamin Britten, e “Macbeth”, de Giuseppe Verdi e baseado no clássico de William Shakespeare, podem ficar fora da programação.

Fundado em 1933 pelo maestro Vittorio Gui, o Maggio Musicale Fiorentino acontece anualmente e tem o objetivo de apresentar obras contemporâneas e antigas já esquecidas pelo público. Foi o primeiro festival de música da Itália e acontece de abril a junho, geralmente com quatro óperas.

 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caranga Fest: Bayeux comemora 60 anos com três dias de festa

Com o intuito de colaborar com a economia da cidade, bem como resgatar os valores culturais e festivos da região, a Prefeitura Municipal de Bayeux, realizará o Caranga Fest 2019,…