Depois de ganhar fama ao interpretar no cinema o chef Nonato, do longa Estômago, o ator João Miguel estreia hoje no teatro o monólogo Só, no Sesc Paulista, em São Paulo. Esta é a primeira montagem brasileira do texto da dramaturga italiana Letizia Russo, e trata da história de um homem que volta à sua cidade natal depois de muito tempo fora. “Eu me interessei pelo texto logo de cara. Os temas abordados pela dramaturga são contemporâneos”, diz o ator.

 

Quando o personagem de João Miguel retorna à cidade, encontra em um bar um homem pelo qual ele foi apaixonado na adolescência, quando ambos tinham 15 anos. “O espectador vai descobrindo aos poucos o que aconteceu. Trata-se de uma mistura de narrativa com poesia, no sentido literal mesmo”, explica. “São lembranças que o mudaram profundamente, de um amor violentamente silenciado.”

 

O ator explica que interpretar um monólogo é um desafio. “É um espaço solo onde você pode dizer alguma coisa que te interessa. O tema da peça diz respeito também à solidão das metrópoles, do amor, da sexualidade. É um processo de reinvenção do homem.” O texto original, em italiano, foi traduzido para o português por Rachel Brumana e a direção é de Alvise Camozzi.

 

João Miguel falou também porque recusou o papel para interpretar o presidente Lula no cinema, em Lula, Filho do Brasil. “Já tinha assumido um compromisso com as filmagens de A Hora e a Vez de Augusto Matraga, adaptação cinematográfica do clássico de Guimarães Rosa.” A história já foi filmada em 1965 e agora é regravada pelo diretor de TV Vinícius Coimbra (JK e Queridos Amigos), estreante no cinema. As filmagens devem começar em maio. “É um projeto antigo que eu já tinha assumido o compromisso.”

 

O ator, no entanto, faz questão de dizer que acha o presidente Lula um personagem ?interessantíssimo?. ?Ele é um fenômeno dos tempos atuais. É como o Barack Obama ou o Evo Morales. Todos personificam as contradições e as mudanças que o mundo está passando.? As informações são do Jornal da Tarde.

 

Só – com João Miguel. Estreia hoje, às 20h30. Temporada de sexta a domingo, até 17/5. Sesc Paulista: Av. Paulista, 119. Estação Brigadeiro. Tel.: (011) 3179-3700. Direção: Alvise Camozzi. 50 lugares. 90 minutos. 16 anos. De R$ 5 a R$ 20.
 

estadao.com.br

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Conto de sábado: “A morte e a morte dos esquecidos pelo mundo”

Eu nasci no Níger, um dos países mais pobres da África. Tenho medo de falar meu nome e descobrir quem realmente sou, por isso omiti minha identidade até esquecê-la. Posso…