A Paraíba o tempo todo  |

Vacinar crianças contra covid-19 não é urgente, avalia ministro paraibano

Para o paraibano Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, não existe a necessidade de pressa para vacinar crianças contra a covid-19, doença que já matou mais de 600 mil brasileiros desde o início da pandemia.

Durante entrevista concedida nesta quinta-feira (23), o ministro de Bolsonaro declarou que a quantidade de crianças mortas vítimas do novo coronavírus é baixa e por isso não exige “decisões emergenciais” sobre a vacinação infantil.

“Os óbitos de crianças estão absolutamente dentro de um patamar que não implica em decisões emergenciais. Ou seja, isso favorece para que o ministério possa tomar uma decisão baseada na evidência científica de qualidade, na questão da segurança, na questão da eficácia e da efetividade”, disse.

PB Agora
com informações do Metrópoles

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      18
      Compartilhe