Por pbagora.com.br

O presidente Michel Temer colocou hoje (18) os órgãos do governo federal à disposição das autoridades estaduais do Amazonas apoio para apoiar no combate a um incêndio que atingiu uma comunidade carente, na zona sul de Manaus. As chamas atingiram cerca de 600 casas, desde a noite de ontem (17).

Temer se manifestou em sua conta pessoal no Twitter. “Minha solidariedade às famílias vítimas do incêndio em Manaus. Falei com o prefeito [de Manaus] Arthur Virgílio [PSDB] e coloquei o governo federal à disposição.”

O incêndio atingiu residências no bairro Educandos na comunidade denominada favela do Bodozal, no bairro Educandos, na capital amazonense.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o fogo foi controlado. O subcomandante do Corpo de Bombeiros do Amazonas, Coronel Josemar Santos, disse que por volta da 1h desta terça-feira foi possível controlar o fogo.

“Conseguimos conter o incêndio. Estamos na fase de rescaldo, para tentar evitar a reingnição. A operação durou em torno de três horas”, disse o subcomandante dos Bombeiros Militares do Amazonas.

Incêndio

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, há indícios de que a ocorrência tenha começado após a explosão de uma panela de pressão em uma das residências. O vento estava muito forte e ajudou o fogo a se alastrar pelas casas de madeira.

De acordo com os bombeiros, foram mobilizados 100 bombeiros e 14 caminhões. Segundo eles, mais de 100 mil litros d’água foram usados para combater o fogo.

Pelo menos quatro pessoas precisaram de atendimento hospitalar. O secretário executivo da Defesa Civil do estado do Amazonas, Hermógenes Rabelo, afirmou que este pode ter sido o maior incêndio urbano já ocorrido na capital.

Foto: Alex Pazuello

Agência Brasil

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Comunidade educacional entra na lista de prioridade da vacina contra o Covid-19, anuncia o MEC

Profissionais do ensino fundamental são contemplados O Ministério da Educação (MEC) anunciou que, após apelo da categoria, profissionais da educação que lidam diretamente com estudantes do 1º e 2º ano…