A Paraíba o tempo todo  |

Saiba o que liga Carminha e Lucinda

Um dos mistérios que ainda cercam o passado de Carminha está prestes a cair por terra. Na produção de “Avenida Brasil” já se sabe qual é o segredo que une Carminha (Adriana Esteves) e Lucinda (Vera Holtz) de maneira tão trágica.

A história teria ocorrido da seguinte maneira: ao descobrir que seu marido, Santiago (Juca de Oliveira), tinha uma amante, a mãe de Carminha armou uma vingança. Detalhe: a vilã, já pequena, estimulou o crime, mostrando má índole. Cega de ciúmes, sabendo que Lucinda teve uma filha com Nilo (José de Abreu) chamada Clarinha, a esposa traída resolveu punir a atual mãe do lixão de maneira drástica e matou a criança.

Absolutamente transtornada e sendo culpada por Nilo como a responsável pela morte da filha, Lucinda não mediu as consequências de seus atos e revidou, matando a mãe de Carminha. Desgostoso com tudo o que ocorreu, Santiago não se deu ao trabalho de procurar Carminha quando ela fugiu de casa e a deixou aos cuidados de Nilo, que a tratou como uma espécie de “filha postiça” e a criou com Max (Marcello Novaes) no lixão.

Por causa do crime, Lucinda foi imediatamente presa e passou a viver torturada pela culpa. Anos depois, a vida a colocou novamente frente a frente com Carminha. Já adulta e trabalhando como “modelo”, a vilã deu um golpe num turista gringo e foi descoberta, indo parar atrás das grades. Na prisão, a mãe do lixão evitou que a vilã fosse morta por companheiras de cela, como dívida de gratidão.

Nunca superando a dor da perda e o peso de ter cometido um assassinato, Lucinda, ao deixar o presídio, resolveu se punir morando no lixão e se privando de qualquer bonança que a vida pudesse lhe oferecer.

Já nos próximos capítulos, mais pistas sobre essa história serão dadas. Numa discussão, Nilo dirá a Lucinda: “Sua especialidade é assassinato!”. Fortes emoções vêm por aí.

 

IG

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe