Após a polêmica gerada pela proibição do Arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto, anunciou no inicio da tarde durante esse carnaval a decisão de proibir o deputado federal Luiz Couto (PT) da Igreja Católica de realizar as atividades de sacerdote, entre elas celebrar missas, em face de posição assumida pelo religioso, em matéria veiculada na imprensa defendendo o uso de preservativos – ao contrário do que defende a Igreja.

Respondendo a essa decisão o deputado estadual Rodrigo Soares (PT) emitiu sua posição referente ao caso,indagando que se solidariza ao deputado relatando que o mesmo só fez uma defesa á vida e contra a intolerância. “Vou fazer uma nota e encaminhar ao comando do PT nacional para que o mesmo se posicione em favor de Couto”, atestou Soares.

 

 Agência Paraíba

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PEC da regra de ouro é admitida e salário de servidor poderá ser reduzido

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (4/12), por 39 votos a 14, a admissibilidade da Proposta de Emenda à…

Receita libera consulta a lote de restituição na próxima segunda

A partir das 9 horas da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o sétimo lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote…