Por pbagora.com.br

Estou pouco me lixando para os julgamentos.

Foi assim que Rita Cadilac resumiu as revelações de sua vida no documentário Rita Cadillac – A Lady do Povo, que estreou há uma semana no Rio e em São Paulo e que neste final de semana chega também a outros Estados.

Em entrevista ao R7, a dançarina afirmou que no filme revela fatos inéditos de sua vida, coisas que “muita gente desconfiava, mas não tinha certeza”.

 – As pessoas ficam meio assim com algumas das minhas histórias. Eu até nem deveria ter aberto a boca, mas abri. Quando eu era nova, por exemplo, antes de completar 18 anos, fui garota de programa por algum tempo.

Rita ainda conta que não acreditou quando o diretor Toni Venturi lhe procurou com a ideia de fazer um documentário mostrando fatos da vida da ex-chacrete.

– Ele veio conversar comigo pela primeira vez há dois anos. Achei que era uma pegadinha. Dá pra imaginar a vida de Rita Cadilac virar filme? Não podia ser verdade.

Durante o processo do trabalho, Rita visitou lugares onde foi criada e, entre idas e vindas, se deparou com uma novidade.

– Descobri até uma irmã, acredita? Nunca imaginei que ela existisse [risos].

Em 2004, Rita fez seu primeiro filme pornográfico. Depois dele, foram outras dez participações, uma delas com Alexandre Frota.

Questionada se teria se arrependido de ter atuado em trabalhos desse tipo, ela foi categórica.

– Eu fiz por dinheiro, claro. Mas não me arrependo de nada que fiz, faria tudo de novo. Mas posso te dizer que não pretendo fazer de novo, mas é aquela coisa: “nunca” é uma palavra muito pesada. Afinal, não sabemos o dia de amanhã.

Futuro

Rita Cadilac completará 56 anos em junho. E apesar de ter começado a carreira ainda jovem, aos 18 anos, quando foi levada para o programa do Chacrinha para ser dançarina, ela não tem planos de parar tão cedo.

– Gosto muito de trabalhar. É como se fosse uma doença. Quero continuar dançando até os cem anos [risos].

Para aguentar o ritmo de apresentações, ela afirma que não faz malhação, mas tem um truque infalível.

– Ando com minha cachorrinha para cima e para baixo. Já me ajuda bastante.

A dançarina ainda contou que sonha em apresentar um programa de TV que “fale com a dona de casa brasileira”.

– Adoraria fazer um programa para as mulheres que ficam em casa. Falar sobre relacionamento, sexo, culinária… tudo relacionado ao mundo feminino.

 

R7

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira as dicas de especialista para se dar bem na prova de Redação do Enem

Baixo desempenho na prova é critério de desclassificação em processos seletivos do governo O uso correto da gramática e suas aplicações são fundamentais para a construção de um texto adequado…

Bolsonaro assina decreto que regulamenta programa Casa Verde e Amarela

Meta é atender 1,2 milhão de famílias até 31 de dezembro de 2022 O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que regulamenta a lei do programa Casa Verde e Amarela, nova…