Por pbagora.com.br
Foto: Terje Sollie/Pexel

Projeto de Lei apresentado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), pretende criminalizar a hostilização aos profissionais de imprensa. De acordo com o PL 4.522/2020, hostilizar um profissional de imprensa com o objetivo de impedir ou dificultar sua atuação, deve ser um ato punido com pena de detenção, de um a seis meses e multa.

Para o senador Contarato, essa medida é importante pois a liberdade de imprensa é fundamental para o exercício da democracia, mas esse cenário de ofensas, ameaças e violência contra esses profissionais está se agravando por todo o país. O parlamentar lembrou o caso do fotógrafo do Estadão, Dida Sampaio, que foi agredido fisicamente em maio, durante manifestação na frente do Palácio do Planalto, em Brasília.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Brasil registra primeiro caso de covid-19 em gato

É de Cuiabá o primeiro caso de gato com covid-19 no Brasil. O pet contraiu a doença a partir de seus tutores, que também estavam com a doença. O animal,…

35 milhões de brasileiros não tem acesso à rede de água potável

Uma pesquisa com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018, com recorte para o número de habitantes por cidade, revelou que entre municípios de…