A Paraíba o tempo todo  |

Presidente do Geap é acusado de usar dinheiro público do plano de saúde para pagar indenização em processo privado

O diretor-presidente do Geap (Grupo Executivo de Assistência Patronal), general Ricardo Figueiredo, está sendo acusado de usar dinheiro do plano de saúde para bancar a sua defesa em um um processo movido contra uma ex-conselheira por danos morais, de acordo com reportagem da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

A denúncia foi feita pelo SINSSP (Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência do Estado de São Paulo. Na notícia crime, o sindicado revela o uso dos advogados do plano de saúde para ingressar e atuar no processo em defesa dos interesses de Figueiredo.

O SINSSP Incluiu na notícia crime dois comprovantes de pagamento feitos pelo Geap de taxas cobradas pelo tribunal no qual foi protocolada a ação, um no valor de R$ 433,90 e, outro, de R$ 18,07. Além disso, o valor de indenização pago à ex-conselheira, que venceu o processo, cerca de R$ 4.500, também teria sido pago pelo Geap.

A notícia crime vai ser analisada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

Confira a reportagem na íntegra

 

PB Agora com informações da Folha de S.Paulo

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe