A Petrobras bateu recorde de produção diária de petróleo no Brasil na última quarta-feira, com a entrada em operação de novas plataformas nos últimos meses. Foram produzidos 2.012.654 barris, superando o recorde obtido em 25 de dezembro de 2007 em mais 12.420 barris.

Segundo a estatal, o motivo do recorde é entrada em operação das plataformas P-51 e Cidade de Niterói, no campo de Marlim Sul (Bacia de Campos), e a P-53 em Marlim Leste. Além disso, no último trimestre do ano passado, a plataforma P-52 atingiu o pico de produção, e a P-54 vem registrando produção crescente –ambas estão no campo de Roncador, na Bacia de Campos.

Quando alcançarem o pico de produção, as três novas plataformas acrescentarão 460 mil de barris de petróleo diários à capacidade instalada dos campos nacionais.

No mesmo comunicado, a Petrobras informa que o navio-plataforma Cidade de Niterói, que começou a operar no mês passado no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, terá capacidade para produzir até 100 mil barris por dia. A P-51 e a P-53 contribuirão também com até 180 mil barris diários, cada, ao atingirem a capacidade máxima de produção.

Para 2009, está previsto o TLD (teste de longa duração) de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos. A capacidade inicial máxima será de 15 mil barris por dia. Além disso, duas novas plataformas de petróleo e uma de gás não-associado começarão a produzir este ano, uma em Camarupim, na bacia do Espírito Santo, e outra na parte capixaba da Bacia de Campos.

 

Folha

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça absolve Lula e Dilma em ação sobre ‘quadrilhão do PT’

O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, absolveu nesta quarta-feira (4) os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, dos ex-ministros Antônio Palocci…

Receita libera consulta a lote de restituição na próxima segunda

A partir das 9 horas da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o sétimo lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote…