Por pbagora.com.br

Um pescador paraibano morreu após ser mordido por um tubarão nessa terça-feira (15), a aproximadamente 200 milhas (320 quilômetros) da costa de Rio Grande, no Sul do Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada como Linaldo Galdino de Brito, de 32 anos.

 

De acordo com informações do G1-RS, a embarcação em que Linaldo estava havia saído de Itajaí, em Santa Catarina. Na tarde da terça, o tubarão teria sido puxado para o convés do barco.

 

Linaldo foi então mordido na panturrilha pelo animal. Os colegas que estavam com ele enviaram pedidos de socorro via rádio para a Marinha em Rio Grande, por volta das 10h.

Sem condições de realizar o socorro, a Base Aérea de Santa Maria foi acionada. Um helicóptero H-60 foi até o local por volta das 16h. Como não era possível pousar no barco, a equipe desceu utilizando uma corda e verificou que não era possível estancar o sangramento. O pescador morreu no local.

O incidente assustou os banhistas que passaram o feriado na Praia do Cassino, em Rio Grande. Mas, apesar de existirem tubarões em alto-mar, as chances de eles chegarem na beira da praia são bem poucas, segundo o especialista da Universidade de Rio Grande, Carolus Vooren.

“São águas muito rasas, com profundidade de menos de 20 metros. Os tubarões não vão para essas águas rasas, não tem espaço para eles”, afirma o professor aposentado.

A tripulação seguiu para Itajaí com o corpo da vítima depois do atendimento. A Marinha abriu inquérito para investigar melhor o que aconteceu. Uma nota foi divulgada na manhã desta quarta (16). Leia a íntegra abaixo:


“O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN) recebeu ontem (15), por volta das 10h, o pedido de resgate de um tripulante ferido por um tubarão a bordo do barco de pesca “Alemão Pescados”, a uma distância de aproximadamente 335 km a leste de Rio Grande-RS.


O Serviço de Busca e Salvamento do Com5ºDN imeditamente prestou orientações médicas via telefone satelital, para possibilitar os primeiros socorros ao tripulante. Ocorreu também o deslocamento do Navio Patrulha Benevente ao local do incidente para prestar apoio. Além disso, o Com5ºDN acionou o SALVAERO da Força Aérea Brasileira (FAB), em Curitiba, que decidiu realizar a Evacuação Aeromédica com um helicóptero H-60 Blackhawk, sediado na Base Aérea de Santa Maria.


A equipe de resgate da FAB desceu na embarcação e atestou o óbito do pescador. O corpo do tripulante permanece na embarcação pesqueira, que se encontra navegando em direção ao porto de origem, em Itajaí-SC.”

 

Foto: Base Aérea de Santa Maria

 

PB Agora com G1-RS

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Brasil registra primeiro caso de covid-19 em gato

É de Cuiabá o primeiro caso de gato com covid-19 no Brasil. O pet contraiu a doença a partir de seus tutores, que também estavam com a doença. O animal,…

35 milhões de brasileiros não tem acesso à rede de água potável

Uma pesquisa com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018, com recorte para o número de habitantes por cidade, revelou que entre municípios de…