primeiro dia de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo terminou por volta das 7h30 deste sábado, 21. A última escola a entrar na avenida foi a Nenê de Vila Matilde, que enfrentou muitos problemas antes de colocar a escola no sambódromo. Houve confusão entre os integrantes e o carnavalesco não participou do desfile.

Antes de a Nenê entrar na avenida, um carro alegórico teve problemas, quebrou e precisou ser consertado em cima da hora. Com a confusão, um dos destaques da escola chegou a se negar a subir no carro alegórico. Depois de todos os problemas, a Nenê entrou na passarela do samba e homenageou sua própria comunidade.

 

A Nenê de Vila Matilde levou 3.800 componentes ao Anhembi. Eles foram divididos em 26 alas e 5 carros alegóricos. As alas representaram os títulos conquistados nos 60 anos da escola, que cantou o enredo ’60 anos coração guerreiro – a grande ‘refazenda’ do samba’. No desfile, a estrela foi o próprio Nenê, fundador da agremiação, que aos 87 anos entrou na avenida pela 60ª vez.

 

O ator, diretor e dramaturgo Miguel Falabela voltou a desfilar pela Nenê de Vila Matilde no carnaval deste ano. “Quando me falaram que a Nenê estava completando 60 anos, tive que vir”, contou. Durante oração com a bateria da escola de samba, antes de entrar na avenida, Miguel Falabella se emocionou e chorou. “A Nenê foi muito boa para mim quando cheguei em São Paulo. Eles são como uma família”, contou o carioca.

 

A escola deve ser prejudicada na apuração, já que inverteu a ordem das alas devido ao problema em um de seus 5 carros alegóricos. Integrantes das alas que sairiam atrás do carro que teve problemas passaram na frente da alegoria, que depois foi empurrada e conseguiu atravessar a passarela do samba. A escola, no entanto, nega que tenha invertido a ordem das alas e mostrou-se confiante ao fim do desfile.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo proibido pela Justiça, MEC diz que listas do SISU ficaram disponíveis

Governo diz, porém, que as listas não representam o resultado final. Justiça vetou divulgação dos selecionados para vagas em universidades públicas até que o MEC comprove a correção do erro…

Ministro confirma primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde confirmou hoje (28) o primeiro caso suspeito de coronavírus no país e elevou o nível de atenção para alerta de perigo iminente para a presença do…