Reprodução/Record TV

A modelo Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro, começou nesta segunda-feira (24) a deixar o apartamento onde mora na zona sul de São Paulo. Ela foi condenada em 30 de maio em uma ação de despejo por falta de pagamento cumulado com cobrança e teria até esta terça para deixar o imóvel.

Najila, de 26 anos, deve cerca de R$ 26 mil em aluguéis atrasados relativos ao período de agosto de 2018 a fevereiro de 2019.

“Estou tirando as coisas do meu apartamento para entregá-lo”, informou ela em mensagem encaminhada à reportagem. “Estou embalando as coisas, mas eu não vou ficar em São Paulo.”

Na última sexta-feira (21), Najila recebeu em seu apartamento as jornalistas Adriana Farias e Fabíola Corrêa, do Câmera Record, da Record TV, para uma entrevista.

“Me julgar agora, quando acabaram de conhecer a minha figura, falando que eu não sou responsável porque eu devo um apartamento ou devo a faculdade chega a ser ridículo. Porque eu sou mãe, eu sou filha, então eu sei da minha vida e das minhas responsabilidades. Eu sei que nunca deixei faltar nada para o meu filho, independente da minha crise financeira. Eu cuido dele, cuido de mim, cuido de quem eu posso”, disse.

Com a saúde física e mental abalada, ela deve começar nas próximas semanas a passar por um acompanhamento psicológico.

Questionada sobre as investigações da polícia sobre a acusação de estupro, Najila não quis falar sobre o tablet desaparecido e que conteria um vídeo de sete minutos que incriminaria Neymar.

“Eles [a polícia] estão procurando não sei o quê. O que foi levado daqui”, disse. “[Sobre o tablet] não posso falar sobre isso”.

 

Fonte: R7

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário