A Paraíba o tempo todo  |

Morre aos 12 anos violinista do AfroReggae

O menino Diego Frazão Torquato, 12 anos, violinista do grupo AfroReggae, morreu no início da noite desta quinta-feira. Ele estava internado no Hospital de Saracuruna com leucemia aguda. A doença foi diagnosticada nesta quarta-feira, mas ele estava internado há uma semana quando deu entrada em um outro hospital de Duque de Caxias onde foi operado de apendicite. Desde então, seu quadro de saúde piorou. Na quarta-feira, Diego chegou a ter uma parada cardíaca.

A saúde debilitada de Diego comoveu o coordenador do grupo, José Júnior. O garoto estava internado há mais de 24 dias, quando sofreu infecção generalizada após cirurgia de apêndice. Na quarta-feira, os médicos informaram para os pais do garoto que ele sofre de leucemia, o que deixou o líder do projeto cultural ainda triste.

“Muita tristeza! Muito sofrimento! O nosso pequeno está com leucemia. Continuo com fé e com muita esperança. Muitas preces, orações”, escreveu na quarta-feira José Júnior em seu perfil no Twitter. O coordenador ainda revelou como os pais do menino receberam a notícia da doença. “Quando o Telmo (pai) soube que o filho estava com leucemia foi como um tiro seco. A mãe do Diego está muito mal de saúde”, postou em seu perfil.

O garoto ficou conhecido durante o enterro do coordenador do AfroReggae Evandro João da Silva, assassinado no Centro do Rio em dezembro do ano passado. Na ocasião, tocou violino chorando muito, sem conseguir.

Terra

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe