Por pbagora.com.br

A médica cardiologista Ludhmila Hajjar, que recusou convite de Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Saúde, disse em entrevista à GloboNews nesta segunda-feira (15) que o Brasil poderá ter até 600 mil mortes por Covid-19 se medidas não forem tomadas.

“O Brasil vai chegar a 500 mil, 600 mil mortes. E ainda teremos sequelas e consequências que não estão sendo pensadas”, afirmou a especialista. “Os números atuais não refletem ainda o número real de mortes”, alertou.

Até a noite do último domingo (14), o Brasil já havia registrado 278.229 óbitos causados pela doença.

Para a médica, o país precisa “para ontem” de um “protocolo médico integrado” que estabeleça medidas de combate à pandemia.

Da Redação