Por pbagora.com.br
Foto: Marcelo Andrade/Divulgação

A escuna Toda Nua, maior embarcação de turismo de Fernando de Noronha, naufragou na madrugada desta segunda-feira (27), a 12 milhas do Porto do Recife, o que equivale a cerca de 20 quilômetros. O acidente aconteceu nas proximidades da Praia de Maria Farinha, na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife. A embarcação não transportava passageiros e os cinco tripulantes foram resgatados com vida.

O barco partiu da ilha no sábado (25), para manutenção no continente. Segundo relatos da tripulação, a viagem teve muito vento e mar revolto. O dono da escuna é o presidente da Associação de Barcos de Turismo de Noronha, Milton Luna, que acionou uma equipe de resgate, ao ser informado das dificuldades na embarcação.

“Estamos apurando o que aconteceu. O mais importante é que conseguimos resgatar os cinco tripulantes com vida, estão todos bem, em terra”, afirmou Luna. O dono do barco, que está na ilha, iniciou os contatos para realizar uma operação para içar e rebocar a escuna até o porto da capital pernambucana.

A escuna Toda Nua tem 26 metros de comprimento e comporta até 90 passageiros. O barco tem dois motores e dois mastros. A embarcação também era usada na ilha para festas flutuantes, como o passeio promovido pelo festival Love Noronha, no ano de 2019.

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Para Efraim Filho a desoneração da folha é necessária e urgente

Segundo o deputado Efraim Filho (DEM/PB) em junho o Congresso Nacional aprovou a prorrogação da desoneração da folha de pagamento de vários setores da economia até 2021 por entender que…

População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE

A população desocupada do país, entre 12 e 18 de julho, chegou a 12,4 milhões de pessoas, um pouco acima do registrado na semana anterior, quando era de 12,2 milhões. Com o resultado,…