A Paraíba o tempo todo  |

Identificados 4 corpos de acidente na Bahia

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Os corpos de quatro crianças que estavam no bimotor que caiu na sexta-feira (22) na região de Porto Seguro (BA), foram identificados na manhã deste domingo, segundo informou o governo do Estado da Bahia. O reconhecimento dos corpos foi possível após análise de arcada dentária. No total 14 pessoas morreram na tragédia.

O acidente ocorreu por volta das 21h de sexta-feira (22), a cerca de 150 metros da pista de um aeroporto privado do hotel Terravista. Testemunhas relataram ter visto uma explosão logo após a queda. Segundo a Polícia Militar, chovia muito no momento do acidente. A aeronave havia saído por volta das 18h30 de Congonhas (zona sul de SP).

A aeronave, um bimotor King Air B350, prefixo PR-MOZ, caiu entre os distritos de Trancoso e Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro (BA). A caixa-preta com dados da conversa do piloto foi recuperada pela Aeronáutica.

No avião estava o empresário Roger Wright, 56, sócio da Arsenal Investimentos, a mulher dele, Lucila Carvalho Lins e família deles.

As vítimas reconhecidas são Vitória Wright Faro e Gabriel Wright Faro, filhos do casal Verônica Luchsinger Wright Faro e o marido, Rodrigo de Mello Faro, também vítimas da tragédia. Verônica era filha de Roger.

Outro corpo identificado é de Francisco Alqueres Wright, filho do casal Felipe Luchsinger Wright e Heloísa Alqueres Wright. Felipe também era filho de Roger.

O quarto corpo reconhecido é de Nina Pinheiro, neta de Lucila. A menina era filha de Isabela Pinheiro, que, por sua vez, é fruto de uma relação de Lucila anterior a Roger.

Segundo o governo da Bahia, os familiares de todas as vítimas já forneceram material genético. O DPT (Departamento de Polícia Técnica) da Bahia já dispõe de todas as fichas odontológicas e ortopédicas dos mortos. Essas fichas facilitarão a comparação e agilizarão as identificações dos corpos, segundo o governo da Bahia.

Os 35 técnicos envolvidos trabalharam durante toda a madrugada.

Segundo o governo da Bahia, os corpos permanecem no IML (Instituto Médico Legal) de Salvador. Inicialmente eles foram encaminhados para Porto Seguro e depois foram trasladados.

Assim que os corpos forem liberados pelo IML eles serão encaminhados para São Paulo, onde devem ser enterrados no cemitério do Morumbi.

Folha

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe