Em entrevista ao portal, José Austerliano Rodrigues, residente em Campina Grande – PB. Doutor em Marketing Sustentável pela UFRJ, analista de sustentabilidade e professor, com interesse em pesquisa em sustentabilidade de marketing, marketing sustentável, marketing digital, comportamento do consumidor e responsabilidade social, comentou sobre os novos rumos do marketing no Brasil e no mundo.

Segundo ele, nos últimos anos a Sustentabilidade de Marketing vem ganhando atenção nos meios acadêmicos e entre praticantes nas empresas, sendo já reconhecida como uma necessidade do momento. No Brasil, a Alpargatas Brasil foi uma empresa pioneira em ter permitido participação no primeiro estudo sobre marketing sustentável e sustentabilidade de marketing, que testou um modelo de sustentabilidade de marketing, realizado em empresas brasileiras. O estudo acima citado enfatizou a importância de participação de stakeholders e consumidores na sustentabilidade de marketing, embora não tenha se aprofundado sobre a relação duradoura que deve ser mantida com stakeholders e consumidores. Como se sabe, no marketing tradicional, as estratégias de marketing dizem respeito às decisões relacionadas com a segmentação de mercado e o desenho da estratégia de posicionamento baseada no mix de marketing. Similarmente, a estratégia de sustentabilidade de marketing (ESM) trata também de decisões relacionadas com a segmentação de mercado baseada na sustentabilidade e o desenho da estratégia de posicionamento de mercado, que trata a sustentabilidade no mix de marketing.

“A expressão Stakeholders, em português significa partes interessadas. Então em relação ao desenvolvimento de produtos e serviços hoje pelas grandes indústrias em países desenvolvidos, estão trabalhando com o marketing de engajamento. Estão criando uma relação duradoura com seus clientes, através de ferramentas digitais. Portanto estão envolvendo esse consumidor final que diz o que está querendo. No meu ver o desenvolvimento de produtos tradicionais, está fadada ao fracasso, em função dessa mídia social e de um consumidor online. Tipo você está fabricando esse produto de cor preta, mas o consumidor quer de cor amarela”, disse o especialista Austerliano Rodrigues, ao comentar que hoje você tem que desenvolver produtos observando o marketing de engajamento, interagindo com esse consumidor. “Hoje quem dita as regras são os consumidores online”, afirmou.

Escute a entrevista:

Uma vez que a sustentabilidade de marketing é uma forma de construir relações duradouras com os consumidores, levando ao conhecimento deles que eles são tão importantes como as gerações futuras, percebe-se que se trata de um campo em desenvolvimento e uma importante peça da estratégia de marketing. Neste caso, o mix de sustentabilidade de marketing envolve estratégias orientadas para o consumidor (desejos e necessidades), para um marketing inovador, para um marketing em que as empresas investem na construção de valores em conjunto com os consumidores e, finalmente, para um marketing com senso de missão e visão social e societal.

A questão que se levanta aqui é a seguinte: Por que as empresas estão adotando a sustentabilidade na estratégia de marketing? Pesquisas passadas sugerem que as empresas não incorporavam a sustentabilidade de marketing por si mesmas; ao invés, eram influenciadas pelos stakeholders a fazer isto. Portanto, pode se dizer que tanto os stakeholders quanto os consumidores são influenciadores chaves da estratégia da empresa e estão forçando as empresas a incluírem a sustentabilidade na sua agenda de marketing. No estudo acima citado encontramos esta lacuna e grandes empresas nacionais não estão incluindo a sustentabilidade em suas estratégias de marketing. Diante da escassez de pesquisas sobre o tema, no Brasil e no mundo, percebemos a necessidade de desenvolver estudos dentro de uma ampla perspectiva de sustentabilidade, de modo a se evitar uma miopia de marketing.

A literatura mostra que ainda existem empresas que consideram a estratégia de sustentabilidade de marketing de forma indecisa ou passiva. Indecisas, quando são incapazes de decidir sobre a adoção da sustentabilidade de marketing e, passivas, quando não estão interessadas na adoção de sustentabilidade de marketing. Como não se sabe ainda com profundeza como se parece o comportamento de compras do consumidor num negócio sustentável e como deverão ser as estratégias de marketing para um negócio sustentável, o propósito deste trabalho é avançar nestas áreas, expandido nosso modelo de sustentabilidade de marketing em empresas brasileiras (Figura 1).

Figura 1: As cinco dimensões da Sustentabilidade de Marketing

Não é o propósito deste trabalho se limitar a um estudo puramente acadêmico e teórico, mas a intenção é desenvolver um estudo teórico-prático, que contemple os interesses das empresas e suas intenções na área de sustentabilidade. Contudo, teorias avançadas em termos de teoria dos stakeholders e teorias sobre o comportamento do consumidor serão utilizadas para definir uma tipologia de estratégias de sustentabilidade de marketing, considerar o enfoque da teoria dos stakeholders na sustentabilidade de marketing e na classificação dos stakeholders, além do complexo tema sobre o comportamento do consumidor. Os pesquisadores consideram a importância do tema não só para empresas de grande porte como a Alpargatas Brasil, mas para as pequenas e médias empresas paraibanas, considerando a importância dada pelos consumidores a produtos oriundos de empresas envolvidas com a sustentabilidade e desenvolvimento sustentável.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibana protagoniza primeiro beijo do Big Brother 2020

Após uma brincadeira de perguntas na área externa entre alguns brothers, na edição deste ano do Big Brother Brasil, o brother Petrix questionou algo à paraibana Flayslane. Ele quis saber…