Por pbagora.com.br

O subcorregedor da Polícia Civil de Minas Gerais, Antônio Gama Júnior, deixou a sede da Divisão de Investigações de Belo Horizonte (MG) no início da madrugada desta terça-feira (20) e levou consigo um computador. O equipamento será periciado pelos corregedores, mas há a suspeita de que as imagens do vídeo do goleiro Bruno, que vazaram no último domingo (18), tenham passado por essa máquina.

O computador em questão teria sido usado para repassar o vídeo do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, gravado durante a viagem do jogador do Rio de Janeiro para Belo Horizonte (MG), onde está preso, para um DVD, que foi posteriormente cedido à Rede Globo e exibido no programa Fantástico. Na saída da Divisão de Investigações, Antônio Gama Júnior não revelou a quem pertenceria o equipamento.

O vazamento das imagens provocou o afastamento das delegadas Alessandra Wilke, titular do departamento de homicídios de Contagem (MG) e que presidia o inquérito policial, e Ana Maria Santos, que também participava das investigações do caso Eliza Samudio. No lugar de Alessandra ficou o delegado geral do departamento de investigações de Belo Horizonte, Edson Moreira.

No vídeo exibido no domingo (18), o ex-goleiro do Flamengo diz que está “chocado” com o caso Eliza. Na gravação, Bruno afirma ainda desconfiar que o seu amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, estaria envolvido no crime. O goleiro declara que “hoje, com todos os fatos que tem, é difícil acreditar nele [Macarrão]”. E acrescentou, “pelo que estou vendo, tudo em volta, tudo que está acontecendo, estou chocado”.

O advogado do jogador, Ércio Quaresma, afirmou que as imagens divulgadas pela Rede Globo não serão consideradas pela Justiça “porque foram obtidas de forma ilegal.”Quaresma disse ainda que todas as informações sobre o vídeo já são conhecidas.

– São nove passageiros, dois tripulantes, um assessor da Polícia Civil e duas autoridades policiais. Sobram quatro agentes. Eles serão identificados e a polícia vai tomar as providências.

R7

 

Notícias relacionadas

Rachel Sheherazade processa Silvio Santos e exige R$ 30 milhões de indenização

Demitida através de um email no ano passado, a apresentadora e âncora Rachel Sheherazade quer R$ 30 milhões de indenização do SBT. A jornalista entrou com uma ação trabalhista na…

Mortes de grávidas e de mães de recém-nascidos por Covid dobram em 2021, aponta estudo

O número de mortes de gestantes e de mães de recém-nascidos, (puérperas) por Covid-19 mais do que dobrou em 2021 em relação à média semanal de 2020, apontam dados do…