O Carnaval do Recife começou com música, chuva e política, além de uma multidão que lotou o Marco Zero da cidade, nesta sexta à noite, na capital pernambucana.

A música ficou por conta do batuque de 600 músicos de maracatu, comandados pelo percussionista Naná Vasconcelos, e também pelo show do baiano Caetano Veloso.

As apresentações foram prestigiadas pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, dando um tom político – ela é apontada por Lula como sua pretensa sucessora à frente da Presidência da República. No camarote da Prefeitura do Recife, onde assistiu aos shows, ela foi bastante assediada e posou para fotos. Também comentou sobre a cirurgia plástica, realizada no fim do ano. “Foi sucesso de público e crítica”, resumiu. [Veja o vídeo no link ao lado]

Além de Dilma, estavam também os ministros José Gomes Temporão, da Saúde; e Luiz Barreto, do Turismo. Os dois passaram quase que desapercebidos.

Caetano cantou por pouco mais de dez minutos, mas foi bastante aplaudido pela multidão, que mesmo sob a chuva fina, lotava a praça. Sob chuva de papel picado, Caetano entrou no palco às 21h30, cantando Alegria, alegria. Engatou com Lua de São Jorge e depois Asa branca, de Luiz Gonzaga, e Tiêta. Deu vivas aos maracatus, a Naná e ao Carnaval recifense.

Mas o momento que mais empolgou foi a performance do Maestro Forró, da Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, quando, com o pianista Victor Araújo, subiu no piano de cauda colocado no palco.

A festa continuou no Marco Zero com o pernambucano Claudionor Germano e a carioca Miúcha, irmã de Chico Buarque, que se apresentaram com a Orquestra da Bomba do Hemetério.

Mas a farra não ficou restrita ao Polo Multicultural. Em várias ruas do Bairro do Recife, pernambucanos e visitantes se esbaldaram para celebrar a chegada oficial de um dos sábados mais esperados do ano.

Jornal do Comércio

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibana protagoniza primeiro beijo do Big Brother 2020

Após uma brincadeira de perguntas na área externa entre alguns brothers, na edição deste ano do Big Brother Brasil, o brother Petrix questionou algo à paraibana Flayslane. Ele quis saber…