Por pbagora.com.br
Damares Alves disse que canal será criado neste ano Edu Garcia/R7

Brincadeira, descontração ou realidade? Nesta sexta-feira (18), em entrevista ao programa Arapuan Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação, a ministra de Estado da Mulher, Damares Alves pegou todos de surpresa quando aproveitou a ocasião para anunciar que estava a procura de um marido para casar.

Antes, porém, ela ainda pediu que os apresentadores a anunciassem não apenas como a ministra Damares Alves, mas sim como a ministra mais bonita do Brasil.

“Eu vou lhe ensinar como apresentar a ministra. Você deve dizer, vamos entrevistar a ministra mais bonita do Brasil, se não eu não vou falar”. disse.

OUÇA

A partir desse momento os apresentadores questionaram se a ministra ainda era solteira. Essa indagação foi a deixa para que Damares revelasse que, além de solteira, está procurando um marido.

“Solteira, procurando um marido. Atenção paraibanos, ministra procura marido para casar”, emendou.

Os apresentadores ressaltaram que já havia inscrições sendo feitas para o chamamento.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Ainda na entrevista, a ministra defendeu a continuidade do pagamento do auxílio emergencial. Ela disse, inclusive, que está participando das tratativas do Governo Federal para uma nova concessão do benefício dado às pessoas sem renda na pandemia do novo coronavírus.

“É necessário ter um auxílio ainda durante esse período porque nós não imaginávamos que a pandemia fosse se estender por tanto tempo. Quando o auxílio foi criado, se imaginava que estaria tudo sob controle e agora estaria sendo restaurada, estaria tendo um impulso. Mas a gente percebeu que nós vamos precisar continuar. E como eu trabalho com o público vulnerável, os idosos, comunidades tradicionais, população em situação de rua, indígenas, mulheres vítimas de violência, todo esse público que nosso ministério atende ainda precisa de um auxílio.”

A ministra pontuou que a situação financeira do Brasil precisa de atenção, mas que “vai ser entregue alguma coisa para o povo logo.” “Nós estamos sendo ouvidos, sim. Mas a gente tem a noção também de que a situação financeira do nosso país precisa ter uma atenção. Mas eu estou participando e vai ser entregue alguma coisa para o povo logo.”

PB Agora

Notícias relacionadas

Setor aéreo brasileiro teve maior operação desde início da pandemia, em janeiro

Janeiro deste ano foi o melhor mês para o setor aéreo brasileiro desde o início da pandemia, em março de 2020. Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram…

Arrecadação de impostos em janeiro somou R$ 180,221 bilhões

A Receita Federal informou hoje (25) que arrecadação de impostos e contribuições federais em janeiro somou R$ 180,221 bilhões, um recuo real de 1,5% na comparação com o mesmo mês…