O presidente Jair Bolsonaro tornou sem efeito a nomeação de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. O ato foi publicado em edição extra do DOU (Diário Oficial da União) desta 4ª feira

A revogação acontece logo após o ministro do STF, Alexandre de Moraes suspender a nomeação do delegado para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF).

A escolha do nome para a função havia sido oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na terça-feira (28), no Diário Oficial da União (DOU), e foi alvo de críticas.

Ramagem é tido como homem de confiança dos filhos do presidente, por isso sua indicação para o cargo é vista como uma tentativa de intervenção do clã Bolsonaro nas investigações da PF.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro deixa Brasília de helicóptero e causa aglomeração em lanchonete

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou o Palácio do Planalto na manhã deste sábado (30) e voou de helicóptero até Abadiânia, cidade goiana no entorno do Distrito Federal. Bolsonaro visitou uma…

Auxílio emergencial poderá ser prorrogado ‘com outro perfil’, afirma secretário da Fazenda

O secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, afirmou que o auxílio emergencial, benefício destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, do Governo Federal poderá ser prorrogado por mais…