Tanto o presidente da República, Jair Bolsonaro, como integrantes da comitiva que o acompanhou a Miami, estão sendo monitorados após teste do secretário especial de Comunicação, Fábio Wajngarten para o coronavírus, dar positivo.

O grupo deverá avisar caso sintam qualquer sintoma, além de procurar um hospital militar em Brasília para fazer os exames.

Participaram da comitiva aos Estados Unidos os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Bento Albuquerque (Minas e Energia) além dos senadores Nelsinho Trad (PTB-MS) e Jorginho Mello (PL-SC), os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Daniel Freitas (PSL-SC), o assessor especial Filipe Martins, o presidente da Embratur, Gilson Machado, o secretário especial de Pesca, Jorge Seif Jr, entre outros.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça nega recurso e Ronaldinho Gaúcho segue em prisão domiciliar

Ronaldinho Gaúcho sofreu uma nova derrota judicial nesta sexta-feira com a rejeição de um recurso que a defesa apresentou para que o ex-jogador e o irmão, Roberto Assis, fossem liberados…

Vital do Rêgo determina que Bolsonaro pare de anunciar em sites que promovem ilegalidade

O ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União (TCU), determinou nessa sexta-feira (10), de forma cautelar, que o governo federal pare de anunciar em sites que promovam atividades…