Um bebê de sete meses morreu carbonizado na madrugada de sábado (28) na cidade de Guaratuba, no Paraná.

As informações iniciais são de que o fogo começou quando uma vela, que iluminava a casa, que não tinha energia elétrica, caiu no colchão onde o bebê estava. A casa era de madeira, o que favoreceu a propagação do fogo.

A família procurou ajuda, mas policiais não encontraram o bebê em meio ao fogo. O Corpo de Bombeiros controlou o fogo e só então encontrou o corpo da criança, já carbonizado.

Os outros moradores da casa conseguiram escapar, entre eles uma mulher de 65 anos, a mãe do bebê, a irmã do bebê de 10 anos e outra criança de 3 anos.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal da cidade.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

INSS paga benefícios já com novo mínimo de R$ 1.039, nesta segunda

Benefícios devem ter novo reajuste em fevereiro, para R$ 1.045. Presidente anunciou novo valor, mas medida ainda não foi oficializada. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar…

Veneziano é escolhido como relator PEC que proíbe indulto para condenado por corrupção

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), foi escolhido como relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 72/2019, que proíbe indulto para condenado por corrupção. A PEC tramita na…