Por pbagora.com.br

A greve dos bancários continuará nesta quarta-feira (30), segundo a confederação nacional da categoria.

Na véspera, 6.449 agências permaneceram fechadas, de acordo com o sindicato. O número de locais é 11% maior que o registrado nesta segunda-feira (28), quando 5.786 agências não abriram.

 

A paralisação começou na última quinta-feira (24). A categoria reivindica aumento real de salário, maior participação nos lucros, valorização dos pisos salariais, garantia de emprego, mais saúde e melhores condições de trabalho, segundo a confederação.

 

As áreas das agências bancárias que concentram os caixas eletrônicos e outros terminais de autoatendimento estão sendo mantidas abertas, para que os clientes possam usá-las, segundo o sindicato dos bancários em São Paulo.

 

Negociação

Segundo a confederação, deve haver rodada de conversas entre o Comando Nacional dos Bancários e executivos da direção do Banco do Brasil nesta quarta, em São Paulo. O objetivo, segundo a Contraf, é tratar de temas específicos aos trabalhadores dessa instituição.

 

Além disso, foi marcada negociação com a Fenaban (entidade que representa os bancos) nesta quinta (1º), em São Paulo. Por enquanto, porém, a greve continua.