Por pbagora.com.br

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela até maio (primeiro e segundo lotes de aprovados), serão liberados saques e transferências de duas parcelas na mesma data. Banco abre 717 agências para atendimento.

A Caixa Econômica Federal (CEF) libera neste sábado (1º) saques e transferências de novas parcelas do Auxílio Emergencial para 7,4 milhões de beneficiários do programa nascidos em fevereiro e março, e inscritos por meio do site e do aplicativo ou aprovados que fazem parte do Cadastro Único, mas não estão no Bolsa Família.

Esses beneficiários receberam a ajuda de R$ 600 em conta poupança social digital da Caixa, e já podiam usar os recursos para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual.

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela até maio (primeiro e segundo lotes de aprovados), serão liberados na mesma data os saques e transferências das duas últimas parcelas creditadas na poupança social.

Para o público do Bolsa Família, a quarta parcela do benefício terminou de ser paga nesta sexta (31). Os pagamentos para esse grupo são feitos da mesma forma que o Bolsa.

A Caixa Econômica Federal abre neste sábado 717 agências, das 8h às 12h, para atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial – veja aqui a lista de agências.

VEJA QUEM PODE SACAR A PARTIR DESTE SÁBADO:

7,4 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em fevereiro e março, poderão sacar ou transferir:

– aprovados no primeiro lote poderão sacar a terceira e a quarta parcelas;
– aprovados no segundo lote poderão sacar a segunda e a terceira parcelas;
– aprovados no terceiro e quarto lotes poderão sacar a segunda parcela; e
novos aprovados poderão sacar o primeiro pagamento

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE

A população desocupada do país, entre 12 e 18 de julho, chegou a 12,4 milhões de pessoas, um pouco acima do registrado na semana anterior, quando era de 12,2 milhões. Com o resultado,…

Para Efraim Filho a desoneração da folha é necessária e urgente

Segundo o deputado Efraim Filho (DEM/PB) em junho o Congresso Nacional aprovou a prorrogação da desoneração da folha de pagamento de vários setores da economia até 2021 por entender que…