Atento aos projetos que tramitam no Congresso Naciomal, o arcebispo metropolitano da Paraíba dom Manuel Delson, disse que a Reforma da Previdência deve respeitar as conquistas e os direitos históricos, O texto está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

 

Ao apresentar  o posicionamento da Igreja Católica diante dos acontecimentos políticos de 2019, Dom Delson pontuou que a Igreja não aprova nem se manifestará a favor da Reforma Previdenciária sem critérios.

–  A Igreja não pode aprovar que a Reforma seja feita para encontrar o equilíbrio nas contas tirando de quem já tem pouco (…) ela tem que respeitar as conquistas que foram de muita luta durante esse período de democracia e iremos lutar para preservar isso – declarou.

O arcebispo pontuou a importância da liberdade de imprensa e de expressão, afirmando não ser mais possível retroceder ao tempo de censura que impede a população e a Igreja de se posicionarem.

Ele afirmou que a Igreja não se afastou dos pobres, mas que mudou os métodos de trabalhar através das pastorais sociais e ações específicas de acolhida que tem demandas aumentadas em tempos de crise.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário