Por pbagora.com.br

Em resposta a uma sugestão feita pelo senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) ao líder do governo no Senado Federal, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), o Governo Federal informou que já iniciou o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a clientes de outros bancos, não mais apenas da Caixa Econômica Federal.

O assunto foi tratado por Veneziano no início da semana passada, após preocupação com as aglomerações de pessoas que estão sendo verificadas nas agências da CEF de todo o país. Veneziano levou a sugestão ao líder do governo como forma de “desafogar” a Caixa Econômica Federal e evitar maiores aglomerações nas portas e nas proximidades das agências.

A ideia do senador paraibano foi de que a Caixa pudesse centralizar a operacionalização do pagamento e, para as pessoas que tem contas em outros bancos, o dinheiro pudesse ser transferido por TED (Transferência Eletrônica Disponível), uma ferramenta muito comum para se transferir dinheiro de um banco para outro.

“A TED é muito usada no Brasil inteiro, não gera pagamento de tarifa e facilitaria a vida de quem tem conta em outro banco que não seja a Caixa Econômica Federal. Só essa medida já reduziria em muito as filas nas agências da Caixa”, afirmou Veneziano, no contato com o líder do governo.

Nesta segunda-feira (04), o líder Fernando Bezerra Coelho telefonou para Veneziano para informar que o governo adotou a medida e que o pagamento por TED para pessoas que tem contas em outros bancos já está sendo feito.

“O país inteiro viu com olhos de preocupação as gigantescas filas e as aglomerações de pessoas nas portas das agências da Caixa. Como o governo ainda deverá pagar mais duas parcelas, acredito que, com essa medida, essas aglomerações serão reduzidas”, declarou o parlamentar do PSB da Paraíba.

No contato com Veneziano, Fernando Bezerra Coelho afirmou que mais de 2 milhões de pessoas já estão sendo beneficiadas com o pagamento do auxílio emergencial através de TED para outros bancos. Por outro lado, ele demonstrou preocupação com outra grande quantidade de pessoas que não tem conta em banco algum e que precisam receber o auxílio.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lei proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar os impactos da calamidade pública. A…