O racha no PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, fica dia a dia mais evidente. Dessa vez, foi a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) que sinalizou com a possibilidade de deixar a bancada do partido na Alesp. Segundo a Folha de S.Paulo, Janaína postou uma mensagem no grupo de WhatsApp dos deputados pesselistas e em seguida saiu do grupo.

“Estou saindo do grupo, vou ver como faço para sair da bancada. Acho que os ajudei na eleição, mas preciso pensar no país. Isso tudo é responsabilidade”, escreveu a deputada. Ela teria dito ainda que os colegas de legenda “estão cegos”.

As desavenças com o partido não são de hoje. A deputada, que foi uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, já havia discordado publicamente de atitudes do presidente Jair Bolsonaro e de seus principais apoiadores.

Na tarde do domingo 19, ela tuitou a respeito da manifestação convocada em defesa do presidente para o próximo domingo 26:

""

Janaina Paschoal?@JanainaDoBrasil

 · 

Respondendo a @JanainaDoBrasil

Vamos enfrentar os adversários (que são muitos) com argumentos! Há tempos, não temos um Ministério tão bom! Profissionais de ponta, nas pastas adequadas, orientados por boa teoria, bons valores, com experiência prática. E o Presidente gerando o caos?

""

Janaina Paschoal?@JanainaDoBrasil

Pelo amor de Deus, parem as convocações! Essas pessoas precisam de um choque de realidade. Não tem sentido quem está com o poder convocar manifestações! Raciocinem! Eu só peço o básico! Reflitam!

12,4 mil

Informações e privacidade no Twitter Ads

12 mil pessoas estão falando sobre isso

 

Carta Capital 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Irmã Dulce será reconhecida como santa neste domingo

Neste domingo (13), às 5h da manhã em Brasília (10h em Roma), a soteropolitana Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (1914–1992), nominada como Irmã Dulce desde 1933, torna-se a…