Por pbagora.com.br

Em nota divulgada nesta segunda-feira (7), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) repudiou os ataques feitos ao procurador-geral da Republica, Rodrigo Janot, pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Gilmar Mendes. “É deplorável que um Magistrado, membro da mais alta Corte do País, esqueça reiteradamente de sua posição para tomar posições políticas (muito próximas da política partidária) e ignore o respeito que tem de existir entre as instituições, para atacar em termos pessoais o Chefe do Ministério Público Federal”, diz a nota.

Gilmar Mendes atacou Janot, afirmando que o procurador-geral “perdeu todas as condições de equilíbrio para continuar exercendo o cargo”. Ele afirmou ainda que considera Janot “o procurador-geral mais desqualificado que já passou pela história da Procuradoria”. Gilmar prosseguiu: “Porque ele não tem condições, na verdade não tem preparo jurídico nem emocional para dirigir algum órgão dessa importância.”

 

 

Jornal do Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro volta a criticar voto eletrônico, ao ir votar, no Rio de Janeiro

No momento em que se dirigiu à sua seção eleitoral para votar no 2º turno, no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o voto eletrônico. De…

E-Título só pode ser baixado até 23h59 de sábado segundo o TSE

Quem for votar no próximo domingo tem até 23h59 de sábado para baixar o aplicativo e-Título. O documento digital substitui o título de eleitor impresso. O aplicativo também fornece informações…