Por pbagora.com.br

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai investigar as falhas ocorridas recentemente em três redes prestadoras de serviços de telecomunicações. Segundo nota divulgada pelo órgão regulador, a fiscalização investigará causas e conseqüências dos incidentes que resultaram na paralisação do Speedy da Telesp/Telefonica, em São Paulo, e nas falhas em equipamentos da Vivo na capital mineira e da TIM Celular em várias regiões do país.

A Anatel informou que as prestadoras já foram notificadas e, se as responsabilidades forem comprovadas, haverá a exigência de ressarcimento dos danos causados aos consumidores prejudicados pelas falhas. As investigações vão verificar também a qualidade dos serviços prestados e a confiabilidade das redes de telecomunicações. Dependendo da conclusão, sanções poderão ser aplicadas.

A paralisação do Speedy da Telesp ocorreu entre os dias 6 e 9 de abril e, segundo a Anatel, aparentemente foi conseqüência de uma sobrecarga anormal. Cerca de 4 milhões de usuários do serviço foram afetados.

Ocorrida no dia 8 de abril, a falha da Vivo em Belo Horizonte prejudicou a prestação de serviço a 1,8 milhão de usuários. E a da TIM, que aconteçeu em 27 de março, afetou aproximadamente 1,6 milhão de usuários nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, Distrito Federal, de Goiás e nas regiões Norte e Nordeste.

Agência Brasil

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

STJ autoriza retorno do conselheiro Nominando Diniz ao TCE-PB

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), Nominando Diniz Filho deverá voltar ao posto que ocupava no órgão na próxima segunda-feira (25). A decisão é do Superior Tribunal…