Por pbagora.com.br

Os moradores do bairro da Torre, em João Pessoa, mais precisamente nas imediações do Hospital da Unimed, têm convivido com um fato preocupante: o alto número de máscaras e outros objetos de proteção individual descartados no meio da rua e que se acumulam nas calçadas das casas, trazendo riscos de contaminação, sobretudo nesta época de alta de casos da covid-19.

Em vídeo enviado à redação do PB Agora, um morador que preferiu não se identificar mostra dezenas de máscaras e toucas cirúrgicas acumuladas na calçada da sua casa.

De acordo com o morador, os materiais de proteção individual são descartados no meio da rua por pessoas que estacionam os carros para ir à Unimed e na volta retiram a proteção e jogam no chão.

Ele não soube precisar se a conduta é realizada por profissionais do referido hospital ou por visitantes de pacientes da unidade de saúde, porém destacou que não é um fato isolado.

Todos os dias, de acordo com o denunciante, ele e a esposa têm, apesar dos riscos de contaminação pelo material que deveria ser descartado em local apropriado, que varrer e apanhar as máscaras e toucas para evitar o acúmulo e que o perigo seja ainda maior.

Vale ressaltar que quando descartadas de forma irregular, sem respeitar um protocolo de descarte, ou jogadas nas vias públicas, as máscara colocam em risco a saúde da população e dos profissionais da limpeza pública, que serão obrigados a retirar esse material de circulação, além de trazer danos ao meio ambiente.

Como deve ser feito o descarte

Os órgãos de meio ambiente e defesa sanitária recomendam que as máscaras sejam colocadas em ao menos 2 sacos plásticos e descartadas no lixo do banheiro, para que o material siga para o destino de descarte sem que haja manipulação humana. Deve-se quando possível escrever na sacola qual o tipo de conteúdo que há dentro, para evitar a manipulação.

Confira o vídeo enviado ao PB Agora:

A redação tentou contato com a assessoria do Hospital da Unimed mas até a publicação da matéria não havia recebido resposta.

PB Agora

 

 

 

 

 

Notícias relacionadas

João sobre decreto: “A atitude correta é a população proteger o sistema”

Na tarde desta terça-feira (23), o governador João Azevêdo (Cidadania) falou durante entrevista à Rádio Correio FM a respeito do novo decreto publicado hoje que estabelece medidas mais restritivas em…

Brasil tem 247,2 mil mortos por Covid; média móvel é de 1.055 óbitos por dia

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta…