Por pbagora.com.br

 O plano de viver uma aposentadoria longa e tranquila, perto da praia e longe de tudo e todos parece estar caindo por terra. Pesquisador da Universidade de Chicago afirma que o sentimento de solidão aumento o risco de morte prematura em idosos em 14%, o dobro do risco causado pela obesidade.

 

 

Getty Images

Não só na foto de Natal: convivência é fator importante para na longevidade

 

 

 

A partir de dados do Sistema de Saúde dos Estados Unidos, com mais de duas mil pessoas com mais de 50 anos, os pesquisadores analisaram como a satisfação em um relacionamento auxilia idosos a desenvolver a resiliência, a manter a capacidade de contornar dificuldades e a lidar com preocupações ou momentos estressantes. O resultado mostrou que a solidão pode ter efeitos devastadores para a saúde.

John Cacioppo, professor de psicologia da universidade de Chicago e autor do estudo, afirma que a sensação de isolamento pode interromper o sono, elevar a pressão arterial, aumentar o hormônio do estresse e alterar o sistema imunológico.

“Aposentar-se e ir morar na Flórida para viver em um clima mais quente, porém entre estranhos, não é necessariamente uma boa ideia, se isso significa que você está se desconectado das pessoas que mais significam para você”, disse o pesquisador americano.

Marcelo Levites, médico de família do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, afirma que o estudo de Cacioppo confirma que a longevidade tem um aspecto muito mais amplo do que o pensado há alguns anos. “Hoje, sabemos que questões biológicas influenciam apenas 25% na longevidade, os outros 75% estão relacionados com a alimentação, a atividade física, os hábitos saudáveis e também a qualidade das conexões que a pessoa tem na vida. ”

No Brasil, 3,7 dos 24,8 milhões de idosos vivem sozinhos, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio, do IBGE. Levines ressalta, no entanto, que o problema não está em morar ou não sozinho, mas na capacidade de ter e manter relações.

“As pessoas pensam que se isolar e deixar de conviver com o estresse da família pode ser uma boa ideia, mas elas se esquecem que essa é a base de sustentação da vida”, diz. É muito melhor amar e sofrer com alguém do lado.

 

IG

Notícias relacionadas

Brasil chega a 375 mil mortos por Covid; país registrou 1.607 mortes em 24 horas

O país registrou 1.607 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta segunda-feira (19) 375.049 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes…

Casos de quedas lideram entradas nos Traumas de JP e CG no fim de semana

as ocorrências envolvendo quedas lideraram as entradas da emergência nos Hospitais de Trauma de João Pessoa e de Campina Grande, neste final de semana, de acordo com boletins divulgados pelas…