A Paraíba o tempo todo  |

SMS monitora cartões de vacinação infantil em visitas domiciliares

Como parte da programação das atividades de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e das políticas preventivas à saúde da criança, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realiza, neste sábado (21), um monitoramento para avaliar os cartões de vacinação de crianças com idade entre 6 meses e menos de 5 anos. As atividades acontecem das 8h às 17h, em 54 bairros da cidade, em visitas domiciliares.

Os técnicos da SMS coordenados pelo Setor de Imunização irão rastrear os cartões de 2.700 crianças. “As atividades preventivas promovidas pela Secretaria de Saúde são contínuas. As ações de monitoramento da cobertura vacinal são importantes para aproveitarmos também a oportunidade e imunizar as crianças que não compareceram aos postos durante o período das campanhas”, orientou Chiara Dantas, chefe do Setor de Imunização do município.

Ainda de acordo com a chefe de Imunização, para agilizar o trabalho das equipes, a SMS solicita a colaboração de pais ou responsáveis pelas crianças no sentido de receber os profissionais de saúde do município e apresentar os cartões para avaliação. Ao todo, serão 280 profissionais envolvidos na ação de monitoramento. Cada equipe é composta por um enfermeiro, um técnico em enfermagem e um agente de saúde.

“Todos os profissionais de saúde envolvidos na ação estarão utilizando crachás de identificação e portando um documento da SMS, explicando sobre o monitoramento”, informou Chiara Dantas. “É importante lembrar que as cadernetas de vacinação estejam em fácil acesso e caso as crianças não estejam em casa no momento da visita, que os pais deixem com algum outro responsável para que o documento seja conferido”, completou a coordenadora.

As crianças que estiverem com a carteira desatualizada serão vacinadas nesta oportunidade. Em caso de dúvida ou para mais informações, a população pode entrar em contato pelo telefone 3218-6170.

Contraindicações – Crianças com febre, imunossupressão, alergia ao componente da vacina, uso de corticoide em doses altas, quimioterapia ou que tenham realizado transplante de medula óssea, não devem tomar a vacina.

Imunização – As vacinas têm um papel preventivo. É muito melhor e mais fácil prevenir uma enfermidade do que tratá-la. A vacinação é uma das medidas mais importante e eficaz de prevenção contra doenças. No Brasil, a vacinação foi responsável pela erradicação da varíola e da poliomielite (paralisia infantil).

 

 

Secom-JP

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe