Por pbagora.com.br

Devido o aumento dos casos do novo coronavírus em Campina Grande, o sindicato dos comerciários da cidade pediu Lockdown na Rainha da Borborema como forma de conter o avanço do vírus.

Depois do prefeito anunciar a antecipação de feriados em Campina Grande, promovendo bloqueio da cidade por cinco dias, o Sindicato dos Comerciários pediu que as empresas disponibilizem testes rápidos para os funcionários que estão trabalhando durante a pandemia do coronavírus.

Em entrevista nesta terça-feira (26), o presidente da entidade, José do Nascimento Coelho, avaliou a medida dos feriados como tardia.

Ele disse ainda que as empresas devem seguir a convenção coletiva, mas espera que o prefeito não abra precedentes.

– Estamos defendendo o bloqueio total por causa do avanço do coronavírus. Houve um afrouxamento em abril, principalmente na área central e agora temos trabalhadores que foram a óbito, testaram positivo, seus familiares contraíram a doença, por isso queremos que as empresas forneçam os testes. A antecipação dos feriados veio como medida meio tardia, as empresas devem seguir a convenção coletiva, mas esperamos que o prefeito não abra precedentes para serviços não essenciais- frisou.

Campina Grande é a segunda cidade da Paraíba a registrar maior número de pessoas infectadas com o Covid-19.

SL
PB Agora

Notícias relacionadas

Paraíba já possui mais de 50 denúncias de casos de fraudes nas filas para a vacina contra a covid-19

Mais de 50 casos de pessoas que teria furado a fila da vacina contra a covid-19 já foram denunciados ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) e ao Ministério Público Federal…

Secretário avalia que o Brasil pode ainda não ter saído da 1ª onda da covid-19

O secretário executivo de Gestão de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi chamou a atenção, nesta quarta-feira (27) para o fato de que na Paraíba a segunda onda a…