A Paraíba o tempo todo  |

Secretário de Saúde Mário Toscano debate situação da classe médica do Estado

O secretário de Saúde do Estado, Dr. Mário Toscano, reuniu-se na manhã desta quinta-feira (13), na sede da SES, com representantes das classes médicas do Estado, incluindo Sindicato dos Médicos (Simed/PB), Conselho Regional de Medicina, Academia Paraibana de Medicina e Associação Médica da Paraíba. Durante a reunião, a classe médica aproveitou para saudar a escolha do novo secretário, além de apresentar um quadro da situação dos profissionais médicos que atuam na rede estadual de saúde.

 

Dr. Mário Toscano salientou a necessidade de poder contar com o apoio das associações da classe médica, inclusive abrindo uma discussão em relação a questões salariais desses profissionais. “Vamos abrir um diálogo com os médicos e demais profissionais da área para podermos lançar uma proposta satisfatória, mas que se adeque à Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou o secretário de Saúde. Ainda segundo o secretário, uma das principais ações que serão executadas a curto prazo será a implantação de uma rede de urgência e emergência que atue em todo o Estado, desafogando as unidades hospitalares de Campina Grande e João Pessoa.

 

Para o presidente do Sindicato dos Médicos, Dr. Tarcísio Campos, existe atualmente uma grande disparidade na remuneração de profissionais que executam a mesma função. Além da questão salarial, Dr. Tarcísio destacou a necessidade da criação das redes de urgência e emergência e de atendimento materno-fetal no interior da Paraíba.

 

De acordo com Dr. João Medeiros, representante do CRM, um relatório com todos os hospitais do Estado que passaram pela vistoria do Conselho em 2010, foi entregue ao Governador Ricardo Coutinho. Uma cópia desse mesmo relatório será encaminhada ao secretário de Saúde para que ele tenha conhecimento das reais condições das unidades médicas que atendem a população da rede pública. Na ocasião, o Dr. João Medeiros se colocou à disposição do secretário no sentido de construir uma pauta de tarefas a serem realizadas para sanar o atual quadro da saúde pública na Paraíba.

 

O presidente da Academia Paraibana de Medicina, Dr. Carneiro Arnoud, ressaltou a complexidade do problema da saúde pública como sendo de âmbito nacional. “Sabemos que essa questão não é exclusiva do nosso estado, o país inteiro sofre com falta de profissionais e com falta de estrutura, mas a indicação do nome de Dr. Mario Toscano para assumir a pasta nos deixou tranquilos e seguros” disse.

Dr. Mário Toscano finalizou o encontro reafirmando o compromisso em prestar a melhor assistência ao usuário e garantiu diálogo permanente com as entidades da classe médica, além de trabalhar para reorganizar o quadro atual.

 

Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe