Por pbagora.com.br

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de João Pessoa elaborou um esquema especial com posto médico e ambulâncias descentralizadas para atender as pessoas que participarão da festa de Réveillon, nesta terça-feira (31), na orla da Capital.

O posto médico será montado ao lado do palco, localizado no Busto de Tamandaré, com dois médicos, um enfermeiro e um técnico em enfermagem. Será disponibilizada uma unidade de suporte avançado (USA), com um médico, um enfermeiro e condutor socorrista, posicionada no cruzamento da Avenida Epitácio Pessoa com a Avenida Antônio Lira.

Também estarão disponíveis duas unidades de suporte básico (USB), cada uma com um enfermeiro e um condutor socorrista. Uma delas estará posicionada próximo ao posto médico, oferecendo apoio, e a outra no cruzamento da Avenida Almirante de Tamandaré com a Avenida José Augusto Trindade. Ao todo, 12 profissionais estarão trabalhando para atender o público presente, a partir das 18h até o final da festa.

“Nossa equipe estará a postos para oferecer todo o suporte necessário às pessoas que forem aproveitar a virada do ano no Busto de Tamandaré. Mas também destacamos que as equipes do Samu atenderão normalmente outros chamados da população em outros bairros da cidade”, ressaltou Humberto Nascimento, coordenador administrativo do Samu-JP.

Além do Samu, a rede municipal de saúde dispõe para a população as unidades de pronto atendimento (UPA) Oceania, Bancários, Valentina e Cruz das Armas, que funcionam 24 horas; o Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity (Ortotrauma) e o Hospital Municipal Valentina (HMV), este para atendimento infantil.

PB Agora

Notícias relacionadas

Declaração do IRPF: na PB, contribuintes podem destinar até 3% do imposto devido a 45 fundos da infância

Doações podem ser feitas até o dia 30 de abril no programa da Receita Federal. MPPB e TCE fiscalizam aplicação de recursos O prazo para a entrega da declaração do…

PB tem 11 casos e 3 mortes de crianças por síndrome ligada à Covid

A Paraíba registrou 21 casos suspeitos da Síndrome Multissistêmica Inflamatória Pediátrica (SIM-P), ligada à Covid-19 e desses casos 3 crianças morreram. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da…