Por pbagora.com.br

Realizar uma prevenção mais forte e profunda, antes que o vírus chegue e se propague pelo estado, é o que o defende o deputado federal Ruy Carneiro, ao avaliar o crescimento do número de casos nos estados vizinhos do Rio Grande do Norte e de Pernambuco, por onde circulam turistas estrangeiros. Para Ruy, as medidas adotadas até este momento pelo Governo da Paraíba e prefeituras como a de João Pessoa são insuficientes para responder às necessidades de defesa da saúde da população.

“Mesmo que ainda não tenhamos caso registrado, é muito melhor agir logo e prevenir de modo mais firme contra a propagação do coronavírus. Os especialistas no mundo inteiro são unânimes em dizer que é melhor ser mais duro na prevenção do que depois que o vírus começar a se propagar”, diz Ruy.

“Só vamos conseguir reduzir a contaminação se o Governo da Paraíba, a prefeitura de João Pessoa e demais prefeituras do Estado adotarem medidas ainda mais fortes para reduzir a circulação das pessoas em lugares públicos. Também defendo que a bancada federal da Paraíba promova uma reunião emergencial para tomar providências aqui e em Brasília, principalmente cobrando do Ministério da Saúde o envio imediato dos profissionais de saúde que vão chegar por meio do Programa Médicos pelo Brasil.”, ressalta.

Na avaliação de Ruy, as medidas anunciadas até agora pelo Estado e gestão da capital são insuficientes. É preciso suspender as aulas nas redes pública e privada de educação, orientar as famílias a ficar em casa, proibir os eventos públicos e estabelecer medidas para apoiar as famílias que vão sofrer os efeitos econômicos da pandemia.

“Tem que garantir cestas básicas, transformar em kits a merenda escolar para entregar aos pais dos alunos da rede pública, oferecer linhas de crédito do Estado para micro e pequenas empresas superarem as dificuldades”, salienta, acrescentando: “Outra providência é estabelecer medidas de higienização que devem ser adotadas em restaurantes, bares, lanchonetes e serviços de transportes públicos”.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pesquisa da UFPB reforça crescimento na ocupação de leitos de UTI na Paraíba

Estudo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) aponta que a ocupação dos leitos adultos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na Grande João Pessoa, no Sertão e em todo o…

Morre médico que presidiu a Unimed Campina Grande

Morreu em Campina Grande, dr. Arlindo Carvalho do Nascimento, 77 anos, ocorrida neste domingo na Clínica Santa Clara. A morte foi informada pela Associação Médica de Campina Grande, Ele diplomou-se…