Na última semana, o Hospital Geral de Mamanguape (HGM) registrou 1.415 atendimentos, uma média superior a 200 assistências por dia, sendo os casos de urgência/emergência responsáveis por mais de 87% das ocorrências, com 1.243 atendimentos. Os casos com maiores incidências continuam sendo queda (62), intoxicação (28) e acidentes com cortes (22). O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da segunda-feira (15) até a meia-noite do último domingo (21).

Sobre os acidentes decorrentes das quedas, Nayara Carreiro, integrante da equipe médica do HGM explicou os motivos do crescimento dos casos. “O número de quedas tem sido relevante, principalmente durante o período das férias escolares. O índice de quedas da própria altura, que já é uma demanda sempre presente entre a população idosa, soma-se ao número de quedas envolvendo crianças, tendo em vista que elas aderem a uma rotina bem ativa com brincadeiras típicas desta época do ano”, pontuou.

Ainda segundo a médica, medidas simples podem evitar os acidentes. “O ambiente ocupado por crianças e idosos deve ter poucos adornos e tapetes. É sugerido que grades ou portões de proteção no topo e na base das escadas sejam utilizados. Também é importante não deixar objetos espalhados ao longo das escadas, manter os corredores iluminados de dia e à noite e colocar piso antiderrapante, livrando objetos que possam atrapalhar a circulação”, destacou Nayara Carreiro.

Outros pontos divulgados pela gerência assistencial do complexo hospitalar é que nesse período a instituição de saúde realizou quase 2 mil exames, sendo 1.717 laboratoriais e 278 exames de imagem. O HGM registrou 56 internações, sendo metade dos casos da ala de internações obstétricas. Internações das clínicas adulto e pediátricas. Já em relação às cirurgias, a unidade de saúde realizou 34 procedimentos entre eletivos e obstétricos.

O Hospital Geral de Mamanguape conta com 70 leitos e oferece aos pacientes exames laboratoriais, eletrocardiograma e raio-x, além de uma maternidade. O complexo hospitalar conta com os trabalhos de cerca de 500 profissionais, que prestam atendimentos aos moradores dos municípios que compõem a região do Vale do Mamanguape: Rio Tinto, Pedro Régis, Mamanguape, Baía da Traição, Capim, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Marcação e Mataraca.

PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário