Por pbagora.com.br

A projeção da Secretaria de Saúde da Paraíba é que o número de casos de Covid-19 e também de mortos aumente na segunda quinzena de novembro, tanto por conta das aglomerações provocadas pelo processo eleitoral, quanto pelo relaxamento da população, que tem ignorado o uso de máscaras e álcool em gel. O alerta é do secretário Geraldo Medeiros, que têm lamentado o relaxamento da população com o potencial do vírus.

“Mesmo com a proibição de aglomerações, a gente sabe que ocorre nos eventos partidários e há uma tendência que a partir da segunda quinzena de novembro em diante nós tenhamos um maior número de casos e infelizmente de mortos não só por conta do processo sucessório, mas também por conta do relaxamento das pessoas com relação aos cuidados e também em relação a Campina Grande e João Pessoa que resolveram abrir aulas presenciais inopinadamente. Então esse é o cenário que se avizinha para o final do ano”, alertou.

Ainda segundo o secretário, as aglomerações registradas nos últimos finais de semana, sobretudo nas praias, foram as principais responsáveis pelo aumento de 19% do número de mortos no Estado, acarretando que a Paraíba retornasse à cor vermelha comparado ao cenário nacional.

“É um cenário que nós já anunciávamos a algumas semanas alertando a população com relação às aglomerações que ocorreram durante as convenções e que vem ocorrendo ao longo desse processo sucessório mesmo com a proibição da maioria dos municípios de carreatas, passeatas e comícios. Os eventos dos candidatos de 50 a 300 pessoas promovem a propagação do vírus através da aproximação e consequentemente confirma um maior numero de novos casos do novo corona e infelizmente de mortos, daí a cor vermelha no mapa do Brasil com a Paraíba retornando a um cenário preocupante e isso serve de alerta a toda sociedade paraibana da importância do uso da máscara, de evitar irem para orla e principalmente os idosos com doenças crônicas”, relatou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Anvisa autoriza importação de seis milhões de doses da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira (23) a importação de seis milhões de doses da CoronaVac, vacina produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o…

Prefeito de Guarabira, candidata a vice e deputada Camila com Covid-19

O prefeito de Guarabira e candidato à reeleição, Marcus Diogo (PSDB), o candidato a vice-prefeito, Wellington Oliveira (PSDB), e a deputada estadual, Camila Toscano (PSDB), foram diagnosticados com o novo…