Por pbagora.com.br

Após a Prefeitura Municipal de João Pessoa anunciar gratificação de R$ 5,3 mil exclusivamente para médicos que atuam no combate à Covid-19, outras classes de trabalhadores da Saúde da Capital, que também estão na linha de frente, se manifestaram negativamente.

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB), foi um dos que emitiu nota onde pede isonomia no tratamento dado pela prefeitura para todos os trabalhadores.

Além dos enfermeiros e técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, maqueiros, profissionais de limpeza entre outros reclamam a falta do reconhecimento por parte da PMJP.

Em nota, a presidente do Coren-PB, Renata Ramalho, se disse surpresa e declarou que a medida é um flagrante desrespeito a categoriade enfermeiros.

Veja  nota na íntegra:

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB) vem a público manifestar seu profundo repúdio com flagrante desrespeito com os profissionais de Enfermagem por parte da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Em meio a maior crise de Saúde Pública do Planeta, o chefe do Executivo Municipal, Luciano Cartaxo, concedeu nesta quinta-feira (28) gratificação de R$ 5.300,00 para apenas uma categoria entre os profissionais de Saúde, ignorando lamentavelmente Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros, justamente as maiores vítimas no enfrentamento a Covid-19.

É hora de dar um basta!

Este Conselho, diante da responsabilidade de representar mais de 40 mil profissionais de Enfermagem devidamente capacitados e que dedicam suas vidas a cuidar do próximo não poderia deixar de expressar sua indignação com a ausência de isonomia no tratamento com os profissionais de Saúde. Senhor secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, Vossa Excelência   considera os profissionais de enfermagem dispensáveis?

Neste momento, em toda Paraíba, 303 profissionais de Enfermagem estão afastados com suspeita de infecção por Covid-19, 89 em tratamento com diagnóstico positivo e três colegas faleceram com Coronavírus. A média salarial de um Técnico de Enfermagem na Paraíba é de R$ 1 mil e R$ 1,2 mil para Enfermeiros. Não podemos mais aceitar essa desvalorização da categoria.

Isonomia já!

OUTRO LADO

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, em entrevista na manhã desta quinta-feira (28), informou que a a equipe do prefeito Luciano Cartaxo (PV) já  estuda estender gratificação para os demais profissionais.

“Minha equipe estuda alternativas para contemplar as demais categorias. Estamos reunidos, nesse momento, com o prefeito”, resumiu o secretário.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Saúde da PB anuncia que testará 9.600 pessoas para covid-19 a partir do dia 3

Visando nortear a flexibilização de atividades escolares em  todo o estado, a Secretaria de Saúde da Paraíba anunciou nesta quarta-feira (21) que dará início ao inquérito sorológico, que testará 9.600…

PB sai da faixa vermelha e volta para zona de estabilidade de mortes por Covid-19

Após passar cinco dias na faixa vermelha, que representa alta de morte causada pela Covid-19, a Paraíba voltou para a zona de estabilidade, segundo dados do Consórcio de Imprensa divulgados…