A Paraíba o tempo todo  |

Paraíba começa a semana entre os 11 Estados do Brasil que estabilizaram mortes por Covid-19

A Paraíba inicia a semana entre os 11 Estados brasileiros que conseguiram estabilizar a taxa de mortes causadas pelo novo coronavírus, conforme dados atualizados do Consórcio de Imprensa.
Além da Paraíba, apresentam dados estáveis dos casos de óbitos pela Covid-19, Espírito Santo, São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso, Acre, Amapá, Alagoas, Bahia, Maranhão, Pernambuco e Piaui.

Os dados no Estado no entanto, ainda são preocupantes. A Paraíba tem 67.382 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas neste domingo (19). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 1.486 no estado desde o início da pandemia. Já são 221 cidades da Paraíba com casos registrados da doença.

Mais de cem dias do decreto de isolamento social, e a Paraíba já começa a ter uma estabilizada no número de casos novos e mortes por Covid-19.

Em recente entrevista a Rádio Campina FM, o secretário de Saúde Geraldo Medeiros atrelou os resultados às ações desempenhadas pelo Governo estadual, aos decretos e recomendações, além da determinação de uso constante de máscaras e disse que a Paraíba não sofreu colapso na rede pública, porém deixou um alerta:

– A Paraíba apresenta um quadro de estabilização em relação ao percentual de leitos de UTI adulto e de enfermaria ocupados e, isso, nos dá uma segurança maior. Há uma tendência para uma queda o que facilita a segunda etapa da flexibilização, porém feito de forma progressiva e lenta. Não podemos achar que o vírus foi embora e sair todo mundo às ruas e se aglomerar, porque, se isso acontecer, em 15, 20 dias os reflexos podem ser negativos e aumentar o número de novos casos e mortes, podendo levar ao colapso na rede – frisou.

A orientação do médico e secretário é de que a população evite sair, mas se for necessário que se utilize máscaras, além de higienizar sempre as mãos.

Severino Lopes
PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe