A Paraíba o tempo todo  |

Infectologista explica que tempo de isolamento varia de acordo com sintomas da covid-19

Uma dúvida frequente nas pessoas é em relação ao tempo de isolamento após contrair a covid-19. Infectologista do Sistema Hapvida em João Pessoa, Fernando Chagas, explica que o período de isolamento está diretamente relacionado à apresentação de sintomas da doença. “Se o indivíduo positivou, o isolamento deve ser por sete dias, contanto que não tenha apresentado sintomas nas últimas 24 horas. Caso tenha sintomas ainda, o isolamento passa para 10 dias”, esclarece.
 
O médico ressalta que esse tempo foi reduzido em decorrência da observação de que nas pessoas vacinadas ocorre um menor tempo de transmissão. Diante disso, no sétimo dia, a pessoa vacinada pode sair do isolamento, caso esteja sem sintomas. Já no caso de pessoas que positivaram, mas que estão assintomáticas, o isolamento pode ser de cinco dias, mas para que isto ocorra com segurança, o ideal é fazer um novo teste. “Mas ainda assim, para o vacinado assintomático positivo, oriento isolamento de sete dias. Para os não vacinados, o ideal seria isolamento de 10 a 14 dias”, sugere.
 
Fernando Chagas destaca que se uma pessoa positivou, cumpriu o período que é orientado para isolamento, mas ainda assim apresenta sintomas, o melhor caminho é a testagem. “O primeiro passo é observar os sintomas. Se for tosse, ela é exceção à regra porque pode ser configurada como uma sequela e não um sintoma persistente. Mas se chega ao décimo dia apresentando febre, indisposição, dor no corpo e coriza, a melhor saída é fazer um novo teste para saber se ainda está positivada ou estender o isolamento até o 14º dia, que é o ideal e o que costumo recomendar”, orienta.
 
Repetindo o teste – Para saber qual o teste mais recomendado para deixar o isolamento de modo tranquilo e seguro, o infectologista do Sistema Hapvida afirma que uma pessoa que chega ao sétimo ou décimo dia sem sintomas, não precisa fazer o teste para sair do isolamento. Porém, caso os sintomas persistam até o décimo dia e a pessoa está vacinada a recomendação é fazer o teste rápido de antígeno por swab.

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe