A Paraíba o tempo todo  |

Na pandemia de Covid-19, negros representam quase 70% das mortes na PB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Homens negros são os que mais morrem pela covid-19 no Brasil: são 250 óbitos pela doença a cada 100 mil habitantes. Entre os brancos, são 157 mortes a cada 100 mil. Os dados são do levantamento da ONG Instituto Polis, que analisou casos da cidade de São Paulo. Mas como está essa realidade na Paraíba? As pessoas de pele negra ou parda representam 53,68% dos infectados por covid-19, do total de 170.611casos confirmados no estado.

Já entre os mortos pelo novo coronavírus, a população negra representa 69,1% dos 3.773 óbitos registrados. Os dados foram divulgados na última quarta-feira (6), no último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde.

Segundo Lídia Moura, secretária da Mulher e da Diversidade Humana, a mulher negra e chefe de família representam a linha de frente da classe trabalhadora que, muitas vezes, não têm a opção de permanecer em casa comparado a outros setores da sociedade. Para Lídia, estes dados são reflexos da nossa sociedade.

“A população negra é a mais vulnerável, pois é aquela que tem os maiores subempregos, as menores condições de vida, é quem vive de maneira mais periférica, é aquela que se não trabalhar perde o emprego ou não tem o que pôr à mesa, então, quando chega uma pandemia esse público sobre as maiores consequências. A prova disso são as estatísticas”, comentou a secretária.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe