Diferentemente do que orienta a Organização Mundial de Saúde (OMS), o deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas) durante entrevista nesta quarta-feira (25), o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em apoiar o fim da quarentena no país.

Segundo o parlamentar, o país não pode escapar de uma crise na saúde para acabar morrendo em uma crise econômica caso os setores produtivos continuam paralisados.
As declarações do parlamentar foram postadas em grupos de whatsapp nesta manhã.

“Rapaz parece que os socialistas do grupo passaram a noite falando mal de Bolsonaro. O presidente está certíssimo. Ele só disse com as palavras dele o que era preciso se dizer. O Brasil não pode parar, a Paraíba não pode parar. Estamos sensacionalizando com populismo, estamos agravando uma crise que é grave sim, ninguém vai esconder isso, mas não podemos escapar de uma crise de saúde e morrermos com uma crise econômica”, disse.

Walber foi mais além e tachou os governadores que são contra as medidas do governo federal de vagabundos que não sabem gerir seus estados e querem transferir a frustração das más administrações para a administração central.

“Os governadores dos Estados, esse mói de vagabundos, incompetentes, que não sabem gerir seus estados e vão colocar a frustração da administração deles no governo Bolsonaro. Então Bolsonaro tem que estimular sim o trabalho. Àquelas pessoas que não estão nos grupos de riscos, os produtores rurais e os caminhoneiros que não colocam a Paraíba em risco têm que continuar a trabalhar. Nós temos que incentivar isso, temos que incentivar a produção. Daqui a pouco o caminhoneiro vai reclamar porque não tem onde consertar o pneu, não vai poder andar porque não tem onde dormir, não vai ter onde almoçar. Então daqui a pouco a produção vai parar e vamos comer o que? Daqui a pouco vamos viver de cartão de crédito, porque não temos como produzir. O presidente Bolsonaro está certíssimo, temos que apoiar. O homem e a mulher de bem da Paraíba têm que apoiar Bolsonaro. Então conta com meu apoio Bolsonaro”, emendou.

OUÇA

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sem reajuste, servidores da saúde em JP ameaçam cruzar os braços nesta 6ª

Após a Prefeitura Municipal de João Pessoa anunciar gratificação de R$ 5,3 mil exclusivamente para médicos que atuam no combate à Covid-19, outras classes de trabalhadores da Saúde da Capital,…

Diário Oficial: criação do Hospital das Clínicas de Campina é oficializada

O Diário Oficial da Paraíba (DOE-PB) de hoje (29), oficializa a criação do Hospital das Clínicas de Campina Grande (HCCG), no Agreste do estado. A unidade de saúde terá como…