A irmã do ex-vereador e ex-presidente da Câmara de João Pessoa, Tavinho Santos, Tânia Maria Santos Cavalcânti, de 59 anos, faleceu na madrugada desta quarta-feira, com suspeita de coronavírus, em João Pessoa. A vítima era farmacêutica e casada com o promotor de Justiça Cláudio Antônio Cavalcanti.

De acordo com informações divulgadas pelo programa Arapuan Verdade, na tarde desta quarta-feira (08), Tânia havia feito uma visita a um shopping de Recife há cerca de quinze dias. No último sábado ela se internou em um hospital particular de João Pessoa e foi evoluindo com falta de ar e febre vindo a falecer na madrugada de hoje.

Como é protocolo em casos de óbito por suspeita de contaminação pelo novo coronavírus, a família de Tavinho não pôde realizar o velório de Tânia e seu corpo saiu direto do hospital para o crematório.

De acordo com o boletim mais recente emitido pela Secretaria de Estado da Saúde, subiu para 41 o número de casos confirmados. Cinco a mais que no dia anterior.

Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 9 municípios: João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Junco do Seridó, Patos, Serra Branca, Sousa, Igaracy e Santa Rita.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vacina contra gripe segue em CG com prioridades para taxistas e motoristas

A campanha de vacinação contra a gripe segue em Campina Grande, agora priorizando os taxistas, mototaxistas e motoristas de transporte escolar cadastrados, com idades entre 55 a 59 anos. A…

Com 52 casos confirmados, Mamanguape confirma primeiro óbito por covid-19

A Secretaria de Saúde de Mamanguape confirmou na noite deste domingo (24) o resultado do exame que confirma a primeira morte por COVID-19 no município. A vítima é um paciente…