A Paraíba o tempo todo  |

Médico explica que doença que levou Biliu de Campina à UTI é comum em pacientes com insuficiência renal

O cantor e compositor Biliu de Campina segue internado em Campina Grande. Ele apresentou um quadro de edema pulmonar e, conforme informou a Secretaria de Saúde de Campina Grande, o artista está bem, orientado, consciente e estável e segue sob cuidados em função de uma leve alteração na pressão arterial.

O médico Jukelson Barbosa, que é nefrologista e está atendendo o cantor, na UTI do Hospital Municipal Dr. Edgley, explicou que a condição é comum em pessoas que fazem hemodiálise, assim como Biliu.

“É um quadro bastante comum. O rim tem a função de fazer o controle, o equilíbrio da água corporal. Quando [o organismo] perde a função renal, ele não consegue mais manejar este equilíbrio. Entra mais água do que sai. Então é uma complicação frequente em pacientes que estão em hemodiálise”, disse Jukelsona.

Conforme o médico, o cantor está estável, consciente e orientado, respirando sem a necessidade de oxigenioterapia, e com a pressão controlada por uso de medicamentos. A necessidade de internação na UTI, segundo Jukelson, se deve a uma medicação especial que ele está recebendo.

“Essa medicação é administrada pela veia. Enquanto ele está recebendo o medicamento desta forma, tem que ficar na UTI, mas como essa medicação está tendo uma redução progressiva, a expectativa é de que o desmame [redução gradativa da aplicação do medicamento] seja feito ainda hoje ou nos próximos dias. Se ele mantiver o quadro de estabilidade, recebe alta da UTI, depois da enfermaria e então vai para casa”, completou.

Biliu deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento do Alto Branco às 23h do domingo (3). Ele apresentou um edema agudo de pulmão, foi atendido, medicado e passou por diálise. Ontem ele foi transferido para o Hospital Municipal Dr. Edgley Maciel, no José Pinheiro, onde está internado na UTI.

A Secretaria de Saúde de Campina Grande emitiu um boletim atualizando o estado de saúde do cantor e compositor Biliu de Campina. O artista está bem, orientado, consciente e estável e segue sob cuidados em função de uma leve alteração na pressão arterial.

No Hospital Dr. Edgley, Biliu deve passar por novo processo de diálise para estabilização da pressão arterial. O artista campinense está respirando bem, lúcido e com frequência e ritmo cardíacos normais.

Biliu, que tem 73 anos, foi diagnosticado recentemente com Covid-19 e no último dia 16 de abril havia recebido alta do Complexo Hospitalar Municipal Pedro I, no mesmo município, onde estava desde o dia 29 de março.

Na ocasião, Biliu havia sido internado por um quadro de insuficiência renal, o que causou congestão pulmonar. Ele precisou passar por sessões de hemodiálise antes de receber alta.

O artista se apresentou no São João de Campina Grande, tendo realizado um show no dia 25 de junho.

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe