Por pbagora.com.br
 
 

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou durante o fim de semana 301 atendimentos, sendo que 142 foram considerados casos graves ou gravíssimos. Neste período, a unidade de saúde realizou 36 procedimentos cirúrgicos de alta e média complexidades. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir das 18h da sexta (10) até às 7h desta segunda-feira (13).

Durante o fim de semana, as ocorrências envolvendo acidentes de motocicletas lideraram as entradas da emergência, com 67 casos, superando quedas (63). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram corpo estranho (30), trauma (19), agressão física (11), queimadura (sete), acidente de automóvel (seis), atropelamento (cinco), pancada (cinco), arma de fogo (quatro), arma branca (quatro) acidente de bicicleta (dois), corte (dois) e agressão animal (dois). As demais ocorrências foram clínicas com destaques para Acidente Vascular Cerebral (19) e Acidente Vascular (três).

O bairro de Mandacaru lidera os atendimentos com 16 entradas, seguido por Mangabeira (11), Cristo (10), Valentina (nove) e Pedro Gondim (oito). Já em relação aos municípios Santa Rita lidera com (34), Bayeux (16), Cabedelo (10), Conde (seis) e Mamanguape (seis).

Perfil – O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atende casos de urgência e emergência, contudo, muitos procuram a instituição para atendimentos clínicos, não levando em consideração o tipo de assistência prestada pela unidade de saúde, voltado para situações de média e alta complexidade, a exemplo de vítimas de trauma (acidentes e desastres), violência, queimadura, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e hemorragias digestivas.

 

Redação

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba ultrapassa uma semana com queda nos óbitos por Covid-19

A Paraíba ultrapassou uma semana entre os estados brasileiros que apresentam queda na taxa de óbitos causadas pela Covid-19, conforme os dados do Consórcio de Imprensa. Há mais de sete…

“Mecanismo de habituação”, diz especialista sobre mortes por covid-19 não causarem mais impacto

O Brasil caminha para 100 mil vítimas fatais da doença, que segue avançando. Nunca tantos brasileiros perderam a vida em tão pouco tempo, apesar disso a psicóloga Mônica Farias revela…