Por pbagora.com.br

Epicentro do Covid-19, João Pessoa tem alta de mortes causadas por complicação da doença em relação ao mês anterior. Essa alta é atribuída a abertura gradual do comércio dentro do processo de flexibilização econômica da Capital. A alta tirou a Paraíba da semana na lista de Estados que estão conseguindo reduzir a taxa de óbitos provocadas pela Covid-19, e a empurrou de volta para a zona de instabilidade, segundo os dados do Consórcio de Imprensa, o que aumenta a preocupação das autoridades autoridades sanitárias e epidemiológicas.

Por outro lado, uma redução de 2.059 no número de novos casos confirmados do novo coronavírus na cidade foi observada, quando comparado aos 30 dias antes da volta das atividades. Apesar dessa queda no número de casos notificados, foram registradas 33 mortes a mais, quando analisado o mesmo período de tempo.

Desde a flexibilização, foram 7.033 novos casos e 270 novas mortes em decorrência do novo coronavírus, até o último boletim divulgado pela Secretária de Saúde do Estado (SES), nesta quinta-feira (13).

Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS), decretou o novo coronavírus como uma pandemia, a Paraíba já registrou 93.794 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quinta-feira (13). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 2.092 no estado desde o início da pandemia. Já são 222 cidades da Paraíba com casos registrados da doença.

Uma das vítimas foi o pesquisador Fábio Tadeu Alcântara Guimarães, idealizador do aplicativo “Monitora Covid-19”. Ele morreu em João Pessoa aos 47 anos, após ser infectado pelo novo coronavírus.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB confirma 567 novos casos de Covid-19 em 24h; mortes chegam a 2.778

A Paraíba registrou 567 novos casos de Covid-19 e 16 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela…