A Paraíba o tempo todo  |

Inchaço da cantora Joelma pode ser sequela da covid-19? Médicos explicam

Fãs da cantora Joelma ficaram preocupados quando ela apareceu com o rosto inchado em um show no último domingo (29). Segundo a assessoria de imprensa da artista, trata-se de uma sequela da covid-19, que ela contraiu três vezes desde o início da pandemia.

“Tive todos os sintomas e mais alguns. Foi muito pesado o que eu passei. O meu corpo inchou, eu fiquei maior que uma grávida de nove meses. Fiquei totalmente deformada. Caiu muito meu cabelo, foi uma coisa absurda. Até agora meu corpo não voltou ao normal”, afirmou a cantora em 2020..

Joelma foi diagnosticada com covid-19 em fevereiro e julho de 2021, e em janeiro de 2022. A queda de cabelo e os problemas de memória relatados pela cantora têm sido sequelas comuns entre quem pegou a doença, mas o inchaço parece ser incomum, segundo os especialistas consultados por VivaBem. Uma das hipóteses é que a cantora tenha desenvolvido síndrome de cushing, uma condição associada à covid entre pacientes que fizeram uso de corticoides.

“É uma droga que não deve ser usada em casos leves, que não precisam de hospitalização. O excesso de corticoide leva à síndrome de cushing, que causa esse tipo de edema no rosto”, explica Alexandre Naime, vice-presidente da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia), professor e pesquisador da Unesp (Universidade Estadual Paulista). “É muito comum entre pacientes que foram tratados de forma inadequada.” Entre pacientes que ficaram internados —que não foi o caso de Joelma, até onde foi divulgado—, uma das sequelas que podem gerar um inchaço no rosto é a doença renal crônica, que gera um acúmulo de líquido no corpo por conta do mau funcionamento dos rins…

Uma causa mais rara é a insuficiência adrenal. O problema é uma deficiência na produção hormonal da glândula que fica em cima dos rins. Procedimentos estéticos também têm relação A SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) publicou, em janeiro de 2021, uma nota sobre os efeitos da vacina de covid-19 em pessoas que realizaram procedimentos estéticos, especialmente aqueles que usam ácido hialurônico, após dois casos de edema (inchaço) serem relatados em voluntárias de estudos com vacinas..

Uol

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe